Fotoenvelhecimento: como prevenir e tratar os efeitos indesejados

Um dos grandes causadores de rugas precoces e manchas na pele é o fotoenvelhecimento, uma condição comum entre homens e mulheres de idades variadas e que pode ser prevenida com alguns cuidados simples. Mas antes de falar de cuidados e prevenção vamos entender melhor o que é, e quais as causas desse processo.

O que é fotoenvelhecimento? 

 Fotoenvelhecimento é o envelhecimento da pele causado por exposição solar excessiva, provocando alteração das estruturas normais da pele. É diferente do envelhecimento cronológico, que é natural e causado pela idade. 

O fotoenvelhecimento se dá pela exposição repetida à radiação ultravioleta (UV), seja do sol ou de fontes artificiais de UV (bronzeamento artificial, por exemplo). Entre as alterações da pele estão o ressecamento, aparecimento de rugas e manchas, normalmente de cor amarronzada. Todas essas modificações são muito comuns nas partes mais visíveis do corpo como: rosto, dorso das mãos e colo.

Quais as causas do fotoenvelhecimento? 

O fotoenvelhecimento é causado pela exposição à radiação UV. O raio penetra na pele e danifica as fibras de colágeno, provocando anormalidade na elastina e resultando na produção das enzimas metaloproteinases. Essas enzimas reconstroem o colágeno danificado, o que resulta na reconstrução da pele de modo irregular.

Quando ainda somos muitos jovens, a pele consegue, naturalmente, corrigir as alterações provocadas. No entanto, com o passar do tempo, a pele perde esse capacidade de recuperação e começam a surgir as manchas, rugas e lesões pigmentadas.

Como prevenir e tratar?

A principal forma de prevenção é o filtro solar. Ele deve ser utilizado sempre, em qualquer época do ano e de acordo com seu tipo de pele. Dentre os tratamentos, o médico pode indicar: 

  • Luz Intensa Pulsada: aparelho que emite feixes de luz, atuando na camada superficial da pele. É uma das principais escolhas médicas para o tratamento do fotoenvelhecimento, age na pigmentação da pele, combatendo manchas, minimizando rugas superficiais e poros dilatados, e melhorando alterações de textura na pele.
  • LASER: O avanço técnológico dos LASERs contribui para que essa alternativa seja cada vez mais usada no tratamento do fotoenvelhecimento. A principal vantagem do LASER é o resultado global da melhora da pele, aumentando as proteínas de colágeno e elastina, atuando também no tratamento de manchas.
  • Hidratantes e antioxidante: substâncias que ajudam a eliminar os radicais livres que oxidam as células cutâneas e que corrigem o ressecamento da pele (ácido hialurônico, pentaglycan, aquaporine; ureia etc.)

O fotoenvelhecimento pode se agravar ao longo do tempo e o uso do protetor solar é o melhor aliado na prevenção dos danos causados na pele. Mas se a sua pele já apresenta alguns danos causados pela exposição excessiva à luz, procure seu dermatologista para saber qual a melhor alternativa de tratamento para o seu caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *