Flacidez nas pernas: aprenda a cuidar!

flacidez nas pernas

Provocada pela perda da tonicidade dos músculos, da pele ou de ambos, a flacidez nas pernas é um processo bastante comum, mas que pode ser revertido se estiver provocando algum incômodo.

Ao contrário do que se pode imaginar, não é preciso lançar mão de medidas radicais ou complexas para garantir uma pele mais firme e com contornos definidos. Alguns cuidados que você pode iniciar agora mesmo fazem toda a diferença no combate à falta de tonicidade na região. Quer saber mais? Então acompanhe a leitura!

3 dicas para reverter a flacidez nas pernas agora mesmo!

1. Menos pão, mais morango!

Se a flacidez nas pernas está incomodando você, é importante ficar bastante atenta ao seu cardápio. Alimentos preparados com farinha branca, como pães, massas e bolos, provocam danos às fibras de sustentação da pele e prejudicam sua estrutura, piorando o quadro.

Além disso, o consumo excessivo de açúcar pode desencadear no organismo um processo chamado de glicação, em que a glicose promove uma quebra nas proteínas de elastina e colágeno, substâncias responsáveis pela firmeza da pele, aumentando o flacidez e acelerando o processo de envelhecimento.

Por outro lado, o consumo de frutas vermelhas, como morango, framboesa, mirtilo e amora, diminui a ação dos radicais livres sobre o tecido devido ao seu alto poder antioxidante e é um excelente aliado no combate à flacidez nas pernas.

Invista também no abacate, que é rico em gorduras monoinsaturadas, o que ajuda a preservar as fibras de sustentação da pele, e em alimentos ricos em vitamina A, como cenoura, abóbora e manga, que ajudam a aumentar a produção de colágeno pelo organismo. Sua saúde e sua pele agradecem!

2. Treine em qualquer lugar

Para combater a flacidez nas pernas, além de uma alimentação equilibrada, é essencial investir em um trabalho de fortalecimento dos músculos dessa região, que ajuda a melhorar o aspecto da pele e a reduzir as celulites.

Aposte em rotinas de musculação que priorizem os exercícios multiarticulares, como agachamento, afundo, stiff e leg press, que envolvem mais de uma articulação ou grupo muscular e geram uma maior sobrecarga no corpo, estimulando a produção hormonal e potencializado os resultados.

Está sem tempo para ir à academia? Acredite, é possível conseguir bons resultados treinando em um parque, no hotel durante uma viagem ou mesmo em casa. Nesse caso, invista em exercícios isométricos, que trabalham a musculatura ao mantê-la em uma posição fixa por um período determinado de tempo.

Você pode, por exemplo, encostar as costas em uma parede e flexionar os joelhos como se estivesse sentada em uma “cadeira imaginária”. Realize três séries, sempre permanecendo na posição pelo máximo de tempo possível. Além de trabalhar o quadríceps, o exercício também é ótimo para os glúteos.

Além do agachamento, você também pode apostar no afundo para mandar a flacidez nas pernas para bem longe. De pé, com as mãos na cintura e os pés paralelos, dê um passo largo para frente com uma das pernas e flexione-a sem deixar que o joelho ultrapasse a ponta do pé.

A outra perna deverá manter-se no ponto inicial, com a ponta do pé apoiada no chão e o joelho quase tocando o solo. Realize três séries, permanecendo também pelo máximo de tempo possível.

3. Aposte em tratamentos estéticos

Excelente medida para combater a flacidez muscular,  a atividade física não é assim tão eficaz contra a flacidez da pele, provocada pela degradação do colágeno e da elastina no tecido devido a fatores ambientais, genéticos ou por questões como perda rápida de peso e gestações.

Por isso, para garantir excelentes resultados, é fundamental aliar uma alimentação equilibrada e exercícios físicos a tratamentos estéticos que facilitem o processo de regeneração dessas fibras, como o Bottoms UP®, que combate a flacidez da pele e  deixa a região mais firme e com contornos mais definidos.

Gostou de entender o que é possível fazer se você deseja dar um fim à flacidez nas pernas? Para saber mais sobre o protocolo Bottoms UP® e receber dicas de beleza, saúde e bem-estar, curta agora mesmo nossa página no Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *