Autoexame: como prevenir o câncer de mama

autoexame

“Prevenir é o melhor remédio.” Certamente você já escutou ou já disse essa frase alguma vez na vida. E essa é a maior verdade! É bem mais fácil evitar uma doença do que tratá-la. É por isso que o Outubro Rosa existe: para conscientizar as mulheres sobre a importância da prevenção do câncer de mama e da realização do autoexame.

Vivemos um momento em que não existe mais espaço para receios, preconceitos e tabus. A saúde e a qualidade de vida transcendem essas barreiras que insistem em cercar a sociedade. Para romper esses mitos, nada melhor do que a informação. A desinformação é uma das maiores causas da falta de cuidado com a própria saúde.

É por isso que estamos aqui. Para falar abertamente com você sobre o câncer de mama e a importância do autoexame para sua prevenção! Vamos juntas?

Câncer de mama: os fatores de risco

Outubro é o mês de prevenção! A primeira coisa que você precisa realmente saber é se possui fatores de risco ou não. Fator de risco é tudo aquilo te aproxima de ter a doença. Alguns exemplos:

  • Mulheres que não tiveram filhos;
  • Mulheres que tiveram a primeira menstruação por volta dos 12 anos;
  • Mulheres que tiveram menopausa tardia, acima dos 50 anos, por exemplo, pois é a idade na qual há o início do envelhecimento das células;
  • Obesidade;
  • Fumantes;
  • Mulheres que possuem parentes de primeiro grau que já tiveram câncer de mama, especialmente antes dos 50 anos. Atenção! Esse é o fator de risco mais alarmante!

Fique atenta aos sintomas!

As mulheres têm muito medo da dor. Mas ela pode ter várias causas, entre elas, problemas hormonais e até mesmo o uso de lingeries. Dor é um sinal, mas não o mais importante. Confira os principais sintomas:

  • Nódulo único endurecido;
  • Inchaço de uma mama (mesmo que não se sinta o nódulo);
  • Edema (inchaço) da pele;
  • Vermelhidão na pele;
  • Sensação de nódulo aumentado na axila;
  • Espessamento ou retração da pele ou do mamilo;
  • Secreção sanguinolenta ou serosa pelos mamilos;
  • Inchaço do braço;
  • Dor na mama ou mamilo.

#OutubroRosa: como se prevenir com o autoexame

O cuidado primordial é o autoexame. Saiba como fazer:

  1. Com os braços levantados diante de um espelho, perceba se há alguma mudança na aparência das mamas;
  2. Aperte as duas mamas devagar, em movimentos circulares;
  3. Apalpe as axilas para verificar presença de algum carocinho. Havendo qualquer alteração, procure um médico.

Muito fácil, não é mesmo? Confira outros cuidados essenciais:

  • Faça o autoexame mensal sempre longe do período menstrual, em que você pode estar um pouco mais inchada;
  • Depois dos 40 anos, passe a fazer regularmente mamografia de rotina e os exames solicitados pelo médico. Não tenha receio! Sua saúde não tem preço;
  • Cuide também do seu parceiro: você sabia que homens também pode ter câncer de mama? Os casos são raros, em torno de 1%, mas existem.

O câncer de mama e a menopausa

Se ocasionalmente o câncer acontecer, 80% das mulheres podem ser conduzidas a tratamentos que levem a entrar precocemente na menopausa, gerando repercussão acentuada na feminilidade e sexualidade, mas não é preciso ter medo.

Além do avanço da tecnologia no sentindo de tratar o câncer de mama, existem tecnologias como o laser genital com o LASER ATHENA, que resgata a qualidade de vida das mulheres. Sua aplicação pode amenizar os efeitos decorrentes da menopausa química, como coceira, secura e atrofia vaginal, resgatando a autoestima e qualidade de vida de muitas mulheres!

Mesmo com tantos recursos disponíveis, a prevenção é o melhor caminho. A cada três mulheres que possuem a doença, uma pode ser curada, mas o diagnóstico precisa ser precoce.

#Outubrorosa: todas juntas na luta contra o câncer de mama! Realize o autoexame!

Tratamento Íntimo a Laser - Rejuvenescimento Íntimo

About Dra. Valéria do Lago Pareja Guerra

A ginecologista Valéria do Lago Pareja Guerra atua na Clínica Valéria Guerra, que fica em Dourados, MS. Seu contato é (67) 3422-3703. Também é possível entrar em contato pelo celular ou Whatsapp no número (67) 99972 1216. Ela oferece o tratamento íntimo com LASER ATHENA. Sua formação inclui: - Medicina pela Faculdade Evangélica de Medicina do Paraná - Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia pelo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná - Titulo de especialização em Ginecologia e Obstetrícia - Mato Grosso do Sul - Formação em Videolaparoscopia Ginecológica - Pós-graduação em Medicina Estética pela Fundação de Apoio a Pesquisa e Ensino em parceria com a Faculdade de Ciências de São Paulo FAPES/ FACIS - Docente do Curso Médico de Cosmetoginecologia Gynelaser - Brasília DF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *