Colágeno para celulite funciona ou é mito?

celulite no bumbum

Produzido naturalmente pelo nosso corpo, o colágeno tem sido apontado por sites e revistas de beleza como uma alternativa interessante para quem quer combater as ondulações e furinhos provocados pela celulite.

Mas afinal, será que colágeno para celulite funciona mesmo? O suplemento traz outras vantagens para o organismo? Entenda mais sobre o assunto agora mesmo!

O que é colágeno?

O colágeno é uma proteína essencial para a constituição do tecido conjuntivo. Ele depende da existência de vitamina C no organismo para ser sintetizado e é o responsável por garantir o aspecto firme e jovem da pele, bem como por evitar que qualquer pequeno arranhão se transforme em um problema maior ao deixar o tecido exposto.

Ao longo dos anos, a tendência é que a produção natural de colágeno pelo organismo vá diminuindo gradualmente. Com isso, surgem as primeiras rugas e a pele tende a ficar mais flácida e com aspecto menos jovial.

Afinal, colágeno para celulite funciona?

Sim. Quando você realiza a suplementação com colágeno hidrolisado — ou seja, aquele que passou pelo processo de quebra das moléculas e, por isso, é bem mais facilmente absorvido — a proteína se incorpora naturalmente ao seu organismo e passa a oferecer maior elasticidade e firmeza à pele, o que contribui positivamente para a atenuação da celulite, já que com o tecido fortalecido, é menor as chances de que os furinhos apareçam.

Além de combater a flacidez e ajudar a diminuir o aspecto de casca de laranja na pele, o colágeno hidrolisado também fortalece ossos e cartilagens e regenera os músculos,  o que é especialmente importante para quem é adepta da prática constante das atividades físicas.

Outra vantagem dessa suplementação é que ela dá ao organismo uma sensação de saciedade, o que contribui para o déficit calórico e ajuda você a eliminar eventuais quilos extras ou a manter o seu peso saudável. A diminuição da gordura corporal atenua os furinhos provocados pela celulite e ajuda a evitar o surgimento de novos.

A quantidade de colágeno a ser ingerida por cada pessoa é individual, e preferencialmente deve ser calculada por um nutricionista de sua confiança, que vai levar em consideração fatores como sua idade e dieta. Como regra geral, no entanto, a suplementação varia entre 5 a 10 g diários da proteína.

Então basta suplementar com colágeno para dar fim à celulite?

Não. Embora seja um ótimo aliado no combate à flacidez e à celulite, o colágeno não faz milagres, e só oferece bons resultados quando associado a hábitos saudáveis. Em palavras simples, não faz muito sentido apostar na suplementação de colágeno — seja em pó, cápsulas ou líquido — se você insiste em uma alimentação totalmente desregrada, rica em frituras, açúcar e álcool.

Além disso, é importante manter também uma rotina de atividades físicas que, com a suplementação de colágeno, garantirá uma pele muito mais firme e um corpo livre de gorduras, um dos principais fatores para o surgimento da celulite.

Para resultados realmente efetivos, alie a suplementação de colágeno e os hábitos saudáveis à realização de procedimentos estéticos desenvolvidos com tecnologia de ponta, que atuem ao mesmo tempo no combate à flacidez e à celulite.

Gostou de entender melhor se colágeno para celulite funciona? Aproveite e curta nosso Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *