Mau cheiro na vagina: causas e como tratar

mau cheiro na vagina causas

O mau cheiro na vagina é um dos males que as mulheres mais escondem durante as consultas ginecológicas, principalmente por vergonha. Quando equilibrada, a vagina não tem odor, pois a flora vaginal trabalha para mantê-la sempre limpa.

Por ser um problema que afeta muitas mulheres, essa disfunção requer cuidados específicos para tratamento e eliminação do odor. Tudo porque o mau cheiro nesta região pode indicar problemas graves na saúde íntima e deve, sim, ser relatado ao ginecologista.

Para te ajudar a entender melhor a diferença dos odores vaginais, preparamos este texto que explica as causas e dá dicas para solucionar este problema desagradável. Vamos lá!

Porquê o mau cheiro

Todo mês, a mulher elimina secreções normais, um líquido fluido que não possui odor e nem cor, diferente do corrimento que apresenta cores específicas e sintomas que vão além do mau cheiro.

O desequilíbrio vaginal pode desencadear infecções na região íntima e provocar odores vaginais semelhante ao cheiro forte de peixe, como no caso da Vaginose.

Quando não causada por infecções, o mau cheiro da vagina pode se dar pelo uso de roupas apertadas e escuras, que facilitam a proliferação de bactérias na área íntima.

Com a eliminação de secreções é normal que a vagina tenha um cheiro característico por conter células mortas, mas a mulher deve conhecer o seu próprio cheiro, que pode mudar de acordo com cada fase menstrual.

A falta de higiene adequada também é um fator super importante causador do mau cheiro.

Principais causas do odor vaginal

O desequilíbrio do odor vaginal pode ser causado por doenças das mais simples às mais complexas. Confira algumas enfermidades mais comuns nesses casos.

Tricomoníase

É uma Doença Sexualmente Transmissível (DST) causada por protozoário e que gera lesões, formando úlceras microscópicas que aumentam o risco de contaminação com outras DSTs. Causa corrimento de cor esverdeada, dor ao urinar e durante a relação sexual, além do odor forte na vagina.

Vaginose bacteriana

Infecção causada por proliferação bacteriana e é uma das causas mais comuns do aparecimento de corrimento vaginal. O odor é bastante forte e o tratamento deve ser feito sob prescrição médica.

Candidíase: fungos que causam odor na vagina

Os fungos que causam esta infecção provocam corrimento espesso e esbranquiçado, com episódios de coceira intensa e odor desagradável.

Outras causas para o odor na vagina são o câncer cervical ou a doença inflamatória pélvica, que só podem ser diagnosticadas pelo ginecologista.

Como tratar e prevenir o mau cheiro na vagina

Algumas atitudes podem ser tomadas para evitar e tratar o odor vaginal. Saiba como tirar o mau cheiro da vagina:

  • só utilize pomadas, cremes e fluidos sob prescrição médica;
  • evite o uso excessivo de ducha higiênica e sabonetes íntimos, pois pode desencadear o aumento e manifestação de bactérias na flora vaginal;
  • durante o banho use apenas água e sabonete neutro para limpar a região;
  • dê preferência a calcinhas claras e em algodão;
  • acrescente iogurte à sua alimentação, pois ele contém probióticos e bactérias saudáveis que ajudam no processo de colonização de boas bactérias.

Entender como a sua vagina funciona e quais cuidados ter com ela é primordial para detectar qualquer anormalidade, como mau cheiro na vagina, e relatar ao seu ginecologista.

Tratamento Íntimo a Laser - Rejuvenescimento Íntimo

Dra. Valéria do Lago Pareja Guerra

A ginecologista Valéria do Lago Pareja Guerra atua na Clínica Valéria Guerra, que fica em Dourados, MS. Seu contato é (67) 3422-3703. Também é possível entrar em contato pelo celular ou Whatsapp no número (67) 99972 1216.
Ela oferece o tratamento íntimo com LASER ATHENA.

Sua formação inclui:

- Medicina pela Faculdade Evangélica de Medicina do Paraná
- Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia pelo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná
- Titulo de especialização em Ginecologia e Obstetrícia - Mato Grosso do Sul
- Formação em Videolaparoscopia Ginecológica
- Pós-graduação em Medicina Estética pela Fundação de Apoio a Pesquisa e Ensino em parceria com a Faculdade de Ciências de São Paulo FAPES/ FACIS
- Docente do Curso Médico de Cosmetoginecologia Gynelaser - Brasília DF

Últimos posts por Dra. Valéria do Lago Pareja Guerra (exibir todos)

About Dra. Valéria do Lago Pareja Guerra

A ginecologista Valéria do Lago Pareja Guerra atua na Clínica Valéria Guerra, que fica em Dourados, MS. Seu contato é (67) 3422-3703. Também é possível entrar em contato pelo celular ou Whatsapp no número (67) 99972 1216. Ela oferece o tratamento íntimo com LASER ATHENA. Sua formação inclui: - Medicina pela Faculdade Evangélica de Medicina do Paraná - Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia pelo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná - Titulo de especialização em Ginecologia e Obstetrícia - Mato Grosso do Sul - Formação em Videolaparoscopia Ginecológica - Pós-graduação em Medicina Estética pela Fundação de Apoio a Pesquisa e Ensino em parceria com a Faculdade de Ciências de São Paulo FAPES/ FACIS - Docente do Curso Médico de Cosmetoginecologia Gynelaser - Brasília DF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *