Cabelo caindo muito: o que fazer?

Cabelo caindo muito o que fazer

Quem percebe o cabelo caindo muito além do normal, logo se preocupa e questiona o que fazer a respeito. Acontece que a dúvida é tão frequente quanto os casos de queda de cabelo.

Para se ter uma ideia: a alopecia androgenética (condição clínica do cabelo caindo muito) acomete cerca de 50% dos homens entre 20 e 50 anos de idade. Um dado alarmante e igualmente comum, mas com a persistente pergunta: o que fazer para controlar ou prevenir?

Neste post, vamos analisar o que fazer com o cabelo caindo muito, além de alguns cuidados básicos para fortalecê-lo. Confira!

As principais causas da queda de cabelo

São muitos fatores que podem provocar a condição do cabelo caindo muito. Isso faz com tratamentos distintos possam ser necessários. Vamos avaliar, caso a caso, a seguir.

Eflúvio telógeno agudo

Consequência em médio prazo após a realização de uma cirurgia complicada ou mesmo outros tipos de estresse para o corpo, como doenças e infecções.

Consumo de drogas

Medicamentos que contenham algumas substâncias podem fazer com que o cabelo acabe caindo muito, como:

  • Lítio;
  • Betabloqueadores;
  • Varfarina;
  • Heparina;
  • Anfetaminas;
  • Levodopa.

Isso vale também para as drogas utilizadas em tratamentos agressivos contra o câncer, como é o caso da quimioterapia.

Calvície hereditária

A hereditariedade também influencia na queda de cabelo. Também conhecida como calvície genética, ela pode impactar homens e mulheres — com prevalência no primeiro — e em diversos níveis de gravidade.

Alopecia traumática

Se o cabelo está caindo muito, sem explicação aparente, o problema pode estar associado ao uso de técnicas e produtos agressivos em salões de beleza.

Cabelo caindo muito: o que fazer

O primeiro passo a seguir, após notar o cabelo caindo muito, é uma consulta com um médico especialista. A partir de uma análise e possíveis exames, um diagnóstico preciso vai conduzir o profissional à realização de um tratamento mais eficaz para a sua situação.

No entanto, existem algumas ações que podem ajudar, como reduzir o uso de sprays, cremes e pomadas paras o cabelos sem acompanhamento dermatológico, pois o uso inadequado por aumentar a oleosidade e favorecer a queda. Ainda, tomar cuidado com o uso de chapinhas e secadores, já que são procedimentos que podem agredir o fio.

Também vale a pena manter um registro fotográfico dos cabelos, a fim de avaliar se ele está ficando mais ralo, caindo ou ambos.

Por que é importante buscar um dermatologista?

Como vimos neste artigo, há muito o que fazer para evitar o cabelo caindo muito. Mas isso tudo tem início com o auxílio de um dermatologista capaz de encaminhar o seu caso com perícia profissional e resultados mais vistosos.

Caso você queira saber por onde começar, nós convidamos você a seguir a nosso perfil no Instagram. Assim, você ficará sempre por dentro de outras dicas e novidades para garantir um efetivo combate contra a queda de cabelos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *