Celulite na mulher: porque temos e como diminuir

celulite na mulher

Que atire o primeiro chocolate quem nunca deu aquela olhadinha no espelho e se deparou com uns furinhos de celulite. Muito longe de ser um problema, a celulite na mulher é um fato: quem não tem agora, certamente teve no passado ou terá no futuro.

Se o aspecto de casca de laranja na pele incomodar você de alguma maneira, é possível tratá-lo. Para que você entenda melhor porque o corpo feminino favorece o acúmulo da celulite e quais são as opções disponíveis para atenuar os furinhos, preparamos esse post. Acompanhe a leitura!

Afinal, por que a celulite é mais comum nas mulher?

A resposta para essa pergunta passa pelas diferenças hormonais que existem entre os sexos.

Embora tantos homens quanto mulheres possam abusar das comidas gordurosas e do açúcar e levarem uma vida sedentária, fatores que favorecem o surgimento da celulite, as mulheres têm no organismo uma concentração maior de estrogênio, hormônio que está ligado à retenção de líquidos e que contribui para o depósito de gordura nas coxas e nos glúteos.

Já os homens têm concentrações mais altas de testosterona, hormônio que, entre outros fatores, favorece o aumento de massa muscular. Em palavras simples, essas diferenças hormonais fazem com que o corpo feminino sinta os efeitos de uma alimentação desregrada e uma vida pouco ativa com mais facilidade que o masculino.

Além disso, há uma outra questão. O tecido adiposo está disposto de maneira diferente no corpo masculino e feminino.

Nas mulheres, as fibras são mais finas e atravessam a gordura de maneira perpendicular, enquanto nos homens elas são mais grossas e estão dispostas de maneira oblíqua. Essa diferença contribui para que os furinhos sejam ainda mais visíveis na pele feminina que na masculina.

Celulite na mulher: como diminuir?

A boa notícia é que, caso a celulite incomode você de alguma maneira, existem opções bastante efetivas para diminuir o aspecto de casca de laranja na pele e atenuar os furinhos que insistem em aparecer no bumbum e nas coxas. Saiba quais são elas!

Aposte em tratamentos de alta tecnologia

Embora existam no mercado uma infinidade de tratamentos para celulite, nem todos são eficazes na diminuição das ondulações e dos nódulos da pele.

Para garantir bons resultados, aposte em tratamentos como o Bottoms UP®, protocolo que combina duas tecnologias para deixar a pele mais firme e livre dos furinhos: as ondas acústicas radiais e a radiofrequência multipolar.

As ondas acústicas radiais utilizam a tecnologia CelluSonic® para induzir a vibração do tecido subcutâneo, compactando as células de gordura, favorecendo a eliminação da água e das toxinas e a liberação das fibroses típicas da celulite.

Já a radiofrequência multipolar é realizada com a tecnologia TRYNEA® e atua aquecendo e massageando profundamente a região. Dessa maneira, o protocolo reduz o volume da celulite, estimula a regeneração do colágeno e da elastina e potencializa o efeito metabólico da circulação local.

A combinação das duas tecnologias oferece resultados visíveis em pouco tempo e é perfeita para quem busca protocolos não-invasivos de curta duração, mas com resultados por muito tempo: o tratamento dura em média 8 semanas, com sessões semanais.

Invista em alimentos de alto valor proteico

Além de auxiliar no aumento de massa magra, o que deixa a pele mais firme e, consequentemente, menos propensa ao surgimento da celulite, o consumo de alimentos de alto valor proteico também aumenta a saciedade, evitando que você consuma calorias extras sem necessidade.

Algumas dicas de alimentos dessa categoria que você pode incluir na sua dieta:

  • carnes magras, como frango, peixe e cortes bovinos como patinho e maminha;
  • ovos;
  • leite e seus derivados, como queijos e iogurtes;
  • nozes, castanhas e  outras oleaginosas;
  • quinoa.

Faça da atividade física uma prioridade

Ao lado dos tratamentos estéticos e de uma alimentação balanceada, a atividade física é um dos pilares das boas práticas para quem quer dar um fim aos furinhos da celulite.

Mais do que uma maneira de melhorar o aspecto da pele, exercitar-se faz bem à saúde de maneira geral e ajuda a aumentar os níveis de endorfina, hormônio ligado à sensação de prazer e bem-estar. Por isso, não abra mão de buscar uma atividade física com a qual você se identifique!

Se você é sedentária, não é necessário iniciar por programas exaustivos e de longa duração. Uma caminhada no parque durante 30 minutos, três vezes por semana, é uma excelente maneira de começar e já terá enormes impactos positivos na sua saúde. Aos poucos, você vai adquirindo o hábito e aumentando o ritmo!

Gostou de saber mais sobre celulite na mulher e o que é possível fazer para diminuí-la? Então que tal aproveitar para se aprofundar no tema e entender, de uma vez por todas, se anticoncepcional dá ou não celulite?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *