Drenagem linfática trata celulite mesmo?

drenagem_linfática

Você provavelmente já ouviu falar ou mesmo conhece alguém que não abre mão de uma boa sessão de drenagem linfática depois de um fim de semana de mesa farta, não é mesmo?

Conhecido por ser um método excelente para dar um fim àquela sensação de estufamento provocada pela retenção de líquidos, a drenagem linfática também é muitas vezes associada ao tratamento da celulite.

Mas afinal, o que é drenagem linfática e que benefícios ela pode e não pode trazer ao seu corpo? É possível atenuar a celulite apenas utilizando esse método? Entenda melhor!

Afinal, o que é drenagem linfática?

A drenagem linfática é uma técnica de massagem cujo objetivo principal é estimular o funcionamento do sistema linfático, rede de vasos responsável por fazer o transporte da linfa, fluido rico em glóbulos brancos, proteínas e microorganismos que pode carregar também bactérias e toxinas pelo organismo.

Utilizando movimentos específicos, o responsável pela aplicação da técnica desobstrui pontos de acúmulo da linfa em determinadas regiões do corpo, facilita a circulação do fluído pelos vasos e a consequente eliminação dessas toxinas. Por isso, é bastante comum sentir um aumento na vontade de urinar após as sessões.

Com isso, há uma melhora temporária no aspecto da pele e uma diminuição na retenção de líquidos, um dos principais agravantes da celulite. A drenagem linfática também ajuda estimular a circulação sanguínea e a aumentar a sensação de relaxamento e bem-estar.

Por isso, ela é uma ótima opção para quando você se sente aquele incômodo persistente provocado pela retenção de líquidos e quer tirar alguns minutos do dia para relaxar,  cuidar de você e mandar a sensação de inchaço e estufamento para bem longe.

Como é feita a drenagem linfática?

A drenagem linfática pode ser realizada manualmente ou com o auxílio de acessórios como bambu ou ventosas.

Quando manual, os movimentos devem ser suaves, sobre a trajetória dos vasos e no sentido dos gânglios linfáticos, estruturas do sistema imunológico que auxiliam o corpo a reconhecer microorganismos, germes e bactérias.

Essas estruturas estão localizadas em regiões como laterais do tornozelo, região posterior do joelho, virilha, axilas, região medial do abdômen e abaixo do seios.

Para que produza os resultados desejados, a drenagem linfática deve ser realizada por profissionais especializados, como fisioterapeutas e massoterapeutas, que possuem bons conhecimentos sobre a técnica e os pontos exatos onde ela deve ser aplicada.

A drenagem linfática trata a celulite?

Embora seja um ótimo método de massagem e tenha resultados efetivos no combate à retenção de líquidos, a drenagem linfática não é recomendada como método exclusivo de tratamento estético para diminuição da celulite, especialmente nos casos mais graves.

Isso porque embora a drenagem atue com sucesso na eliminação de toxinas e na melhora da circulação, ela não tem nenhum efeito na diminuição das células de gordura ou na liberação das fibroses típicas da celulite.

Além disso, é importante lembrar que o efeito da drenagem linfática é temporário. Com o passar do tempo, se você não aliar um estilo de vida mais saudável a outros tratamentos estéticos, as toxinas voltam a se acumular e a sensação de inchaço reaparece. Por isso, o ideal é apostar na massagem como uma técnica complementar a tratamentos mais potentes.

O que fazer então para diminuir a celulite?

Se a ideia é obter resultados duradouros e seguros, o ideal é apostar em hábitos saudáveis aliados a tratamentos de alta tecnologia, como o Bottoms UP®, protocolo que combina a radiofrequência multipolar e as ondas acústicas radiais para diminuir as ondulações e o aspecto de casca de laranja típicos da celulite.

A radiofrequência multipolar utiliza a tecnologia TRYNEA® para aquecer e massagear profundamente a região a ser tratada, reduzindo o volume da celulite, estimulando a regeneração da elastina e do colágeno e aumentando o efeito metabólico da circulação local.

Já a tecnologia CelluSonic® é utilizada nas ondas acústicas radiais para induzir a vibração do tecido subcutâneo. Dessa maneira, as células de gordura são compactadas, o que facilita a eliminação das toxinas e a liberação das fibroses características da celulite.

O Bottoms UP® é um protocolo seguro, indolor e não-invasivo, que traz resultados visíveis em pouco tempo e que podem continuar aparecendo mesmo meses após o tratamento, realizado em média durante 8 semanas, com sessões semanais.

[embedyt] https://www.youtube.com/embed?listType=playlist&list=PL8a-ss-hiORZISZIgVKdN355gI7uzddTm&v=dfD-yXWcXAE[/embedyt]

E então, gostou de entender melhor como a drenagem linfática atua no seu corpo e em que casos ela é indicada? Se você quer saber mais sobre o Bottoms UP® e como ele atua na diminuição das ondulações da celulite, acesse nosso site agora mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *