Retenção de líquidos: porque ela contribui com a celulite

retenção_de_líquidos

A cena é bem comum: você vai dormir com um peso e quando encara na balança no dia seguinte, ela está marcando 2 ou até 3 quilos a mais. Esse “peso extra” tem nome: retenção de líquidos.

Além de provocar uma oscilação momentânea na balança, o inchaço provocado pela retenção também está diretamente relacionado aos furinhos da celulite que podem incomodar algumas mulheres. Quer saber mais? Acompanhe a leitura!

Afinal, o que é retenção de líquidos?

A retenção de líquidos nada mais é do que um inchaço em partes específicas do corpo provocado pelo extravasamento do líquido que migra dos vasos sanguíneos para o tecido subcutâneo, deixando a pele mais volumosa.

Em geral, a retenção de líquidos aparece com mais frequência nas extremidades — ou seja, nas mãos e pés —, nas pernas, no abdômen e nos braços, e é provocada por diversos fatores. Os mais comuns são:

  • alimentação inadequada, rica em sódio e em produtos industrializados;
  • sedentarismo;
  • circulação local insuficiente;
  • utilização de alguns remédios, como os hipertensivos;
  • problemas cardíacos, renais ou hepáticos.

E o que a retenção de líquidos tem a ver com a celulite?

O acúmulo de líquido no tecido subcutâneo é um dos principais agravantes do aspecto ondulado e cheio de furinhos provocado pela celulite.

Quando você combate esse inchaço excessivo, ainda que a celulite não desapareça — já que ela é provocada também por uma inflamação no tecido adiposo — a tendência é que ela seja bastante atenuada, especialmente nos casos de grau 1 e 2, que são mais leves.

Por isso, evitar a retenção de líquidos é uma excelente medida complementar aos tratamentos para celulite que você já faz, já que evita que a questão se agrave e que você sofra com outros incômodos como dores na região e sensação de estufamento.

Como evitar a retenção de líquidos?

Para evitar que a retenção de líquidos apareça ou para eliminá-la mais rapidamente, você pode tomar alguns cuidados simples, mas que fazem toda a diferença. Saiba quais são eles:

Aumente a ingestão de água

Pode parecer um contrassenso aumentar a ingestão de água justamente quando você está retendo líquidos, mas acredite, funciona! Beber mais água estimula o funcionamento e purificação dos rins, aumentando o fluxo urinário e diminuindo o inchaço. Procure consumir no mínimo 35 ml por cada quilo do seu peso ou até que a urina se torne transparente.

Aposte nos termogênicos naturais

Outra dica que funciona super bem quando a retenção de líquidos já se instalou é fazer uso dos termogênicos naturais, como a canela e o gengibre, que podem ser acrescentado em chás, sucos ou receitas saudáveis.

Como têm efeito diurético natural, eles estimulam a eliminação do excesso de líquidos e contribuem para o fim daquela incômoda sensação de estufamento.

Evite o excesso de sódio

Para prevenir que a retenção de líquidos se instale, reduza ao mínimo seu consumo de sódio, substituindo o sal por temperos naturais, como pimenta do reino, alecrim, sálvia e orégano.

Evite também o consumo excessivo de industrializados. Em geral, esses produtos são ricos em sódio ainda que não sejam salgados, caso das bolachas recheadas e de alguns cereais matinais.

Gostou de saber mais sobre a retenção de líquidos e de que maneira ela se relaciona com a celulite? Então aproveite para aprender agora mesmo como fazer aquele detox geral no organismo e manter seu corpo livre das toxinas que tanto prejudicam a sua saúde e beleza!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *