Sangramento vaginal: causas e métodos de tratamento

Sangramento vaginal

Se deparar com episódios de sangramento vaginal, fora do período menstrual, é motivo para você ficar alerta. Ele pode ter causas distintas e é importante buscar acompanhamento médico desde o primeiro momento.

Um sangramento vaginal considerado irregular pode acontecer em períodos distintos da vida da mulher:

  1. Antes da puberdade
  2. Durante a gravidez
  3. Entre as menstruações
  4. Após a menopausa

Em todos os casos, é importante buscar compreender o motivo da alteração e evitar que diagnósticos mais graves sejam obtidos. Se você percebeu algum sangramento incomum e quer saber mais a respeito, continue lendo nosso artigo.

O que é o sangramento vaginal irregular?

Essa condição de sangramento é denominada sangramento intermenstrual, ou seja, que acontece mas que não tem relação com a menstruação normal. Ele pode apresentar pequenos escapes de sangue que mancham levemente a calcinha. Também podem conter maior volume e continuidade, sendo necessário utilizar absorvente constantemente.

Para detectar o sangramento vaginal, é importante que você conheça bem o seu ciclo menstrual. Isso irá evitar que você confunda os tipos de sangramento.

Notei um sangramento vaginal irregular, o que pode ser?

Se você notou alguma mancha de sangue incomum na calcinha ou na hora de fazer xixi por um ou mais dias, fique atenta! A causa pode estar relacionada a uma alteração hormonal ou até mesmo a doenças. Confira a seguir algumas causas:

  • Doenças sexualmente transmissíveis: como a clamídia e a gonorreia;
  • Doença Inflamatória Pélvica: a infecção tem o sangramento como um dos principais sintomas de diagnóstico;
  • Desequilíbrio hormonal: pode ser causado por problemas na tireóide, ovário policístico e outras doenças que afetam a produção de hormônios;
  • Uso do DIU: o sangramento vaginal pode ser um sintoma, considerado raro, causado pelo DIU
  • Uso de pílulas anticoncepcionais: pode causar sangramento vaginal de escape ainda nos três primeiros meses de uso dos medicamentos contraceptivos;
  • Gravidez ectópica: quando o embrião se implanta na trompa de falópio, seu desenvolvimento irregular pode causar o sangramento;
  • Aborto espontâneo: que pode ser revelado pelo sangramento;
  • Miomas uterinos: como se trata da formação de tumores benignos no útero, a condição pode causar sangramento vaginal;
  • Câncer do colo do útero: o sangramento vaginal é um dos principais sinais de alerta ao câncer do colo do útero;
  • Estresse: além das condições físicas, o estresse pode afetar o funcionamento do corpo e estar relacionado ao sangramento vaginal.

Como tratar o sangramento vaginal?

Seu sangramento vaginal pode estar relacionado a uma das causas citadas acima. Mas, não se preocupe. Busque auxílio do seu ginecologista para garantir um diagnóstico preciso.

Assim que perceber qualquer sangramento anormal, é importante marcar uma consulta para que a causa possa ser conhecida. Para isso, seu ginecologista irá realizar uma série de exames para definir a melhor opção de tratamento.

Além disso, é importante adotar alguns cuidados rotineiros com a sua saúde íntima. Eles irão te ajudar a conhecer melhor seu corpo e a identificar sintomas anormais como o sangramento vaginal. Saiba mais sobre a importância dos cuidados íntimos para a manutenção da sua saúde e autoestima.

Tratamento Íntimo a Laser - Rejuvenescimento Íntimo

About Dra. Valéria do Lago Pareja Guerra

A ginecologista Valéria do Lago Pareja Guerra atua na Clínica Valéria Guerra, que fica em Dourados, MS. Seu contato é (67) 3422-3703. Também é possível entrar em contato pelo celular ou Whatsapp no número (67) 99972 1216. Ela oferece o tratamento íntimo com LASER ATHENA. Sua formação inclui: - Medicina pela Faculdade Evangélica de Medicina do Paraná - Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia pelo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná - Titulo de especialização em Ginecologia e Obstetrícia - Mato Grosso do Sul - Formação em Videolaparoscopia Ginecológica - Pós-graduação em Medicina Estética pela Fundação de Apoio a Pesquisa e Ensino em parceria com a Faculdade de Ciências de São Paulo FAPES/ FACIS - Docente do Curso Médico de Cosmetoginecologia Gynelaser - Brasília DF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *